• neotudosefaznovo

O QUE É NEO?

Atualizado: Jul 14






É NEO porque é NOVO e nós trabalhamos para proporcionar NOVOS COMEÇOS.


Você contrataria um indivíduo que passou por situação de vulnerabilidade (moradores em situação de rua, egresso, dependente químico em tratamento, mulheres passaram por violência doméstica/intrafamiliar e outros cenários) em um processo seletivo? Calma, não precisa responder assim de bate e pronto! Vamos analisar alguns aspectos.


A taxa de desemprego em nosso país atingiu 14,4% no trimestre encerrado em agosto 2020. Nesta faixa não estão inseridos os indivíduos classificados como desalentos (gostariam de trabalhar mas não estão procurando vagas; os que não possuem qualificação básica para pleitear uma vaga).


Quando voltamos a nossa atenção para população vulnerabilizada que de alguma forma está inserida nos programas da rede proteção social especial (abrigos, república adultos, comunidade terapêutica, casa apoio mulher etc.) com certeza a situação é ainda bem mais complexa.


A reinserção destes assistidos ao seio familiar, na sociedade e inclusão produtiva são desafios para todo o sistema. A missão da NEO treinamentos está em auxiliá-los na reconstrução de seu perfil profissional, desenvolvendo habilidades e competências profissionais com foco na gestão pessoal, relacionamentos, consciência emocional e organizacional, tudo para elevar o seu nível de competitividade no mercado de trabalho. Acreditamos que quando este assistido alcança sua autonomia, senso de responsabilidade e tomada decisão, ele consegue autossustento e se manter nessa condição de nova vida, reorganizada.


Agora vou reformular a pergunta inicial:


Você aprovaria um indivíduo que passou por situação de vulnerabilidade, mas teve a oportunidade de receber o Programa de Reconstrução Profissional da NEO Treinamentos em um processo seletivo?


Eu creio que a sua resposta será POSITIVA (SIM), não apenas pela breve descrição do nosso projeto, mas pelo (novo) alto nível de competitividade identificado neste candidato!


13 visualizações0 comentário